Suplementos Vitamínicos Fazem Bem, Mal ou São Inúteis?

Você já deve ter precisado, em alguma ocasião, tomar vitaminas como parte do tratamento para alguma gripe, mas você já fez uso para auxiliar em dietas de perda de peso e hipertrofia? Alguma vez já se perguntou se suplementos vitamínicos fazem bem, mal ou são inúteis?

suplementos vitamínicos fazem bem, mal ou são inúteis

Os micronutrientes são encontrados nos alimentos e em suplementos

Os suplementos vitamínicos são encontrados em cápsulas ou em forma líquida, ricos em vitaminas e minerais, com quantidades suficientes, na maioria dos casos, para suprir as quantidades diárias recomendadas para uma pessoa saudável.

Os micronutrientes (vitaminas e minerais), como o próprio nome sugere, são necessários na dieta, mas em doses muito menores do que os macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras).

Neste artigo iremos te explicar melhor sobre micronutrientes, suplementos vitamínicos, onde você os encontra, e, finalmente, se fazem bem, mal ou se são necessários em sua dieta.




O QUE SÃO MICRONUTRIENTES?

Os micronutrientes são as conhecidas vitaminas e minerais e incluem o selênio, sódio, iodo, cobre e zinco; e as vitaminas C, A, D, E e K, por exemplo, assim como as vitaminas do complexo B.

O consumo de micronutrientes, é essencial! Eles ajudam a manter o metabolismo normal, o crescimento e saúde física e mental. Você pode encontrar micronutrientes em alimentos como frutas, vegetais e suplementos vitamínicos.

Apesar do nome, os micronutrientes são tão importantes quanto os macronutrientes em uma dieta para hipertrofia e dietas em geral. A quantidade diária necessária de micronutrientes é baixa e fácil de se atingir com facilidade através do consumo de alimentos.

Para fazer bem, os micronutrientes devem ser consumidos nas quantidades corretas, seja por meio da alimentação somente, ou com apoio da suplementação.

 

QUAL A IMPORTÂNCIA DOS MICRONUTRIENTES NA DIETA?

Os micronutrientes são diferentes dos macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) porque suas necessidades são muito pequenas, assim como suas funções. Ainda assim, uma dieta sem a quantidade adequada de micronutrientes pode causar sérios problemas de saúde.

Eles são vitais para o funcionamento de todos os sistemas do corpo. O sódio, por exemplo, é responsável por equilibrar os fluídos no corpo, ajudando no transporte entre as células e regulando os níveis de acidez em seu sangue.

Isso mesmo, o sódio é importante! Muitas vezes é tido como vilão por pessoas que querem emagrecer ou diminuir retenção líquida, mas assim como os demais nutrientes precisa de equilíbrio. Nada de excesso!

Saiba mais sobre como alguns micronutrientes te ajudam na manutenção da saúde:

  • Iodo: desenvolvimento da função da glândula tireoide. Ajuda a metabolizar gorduras e promove energia e crescimento.
  • Cloro: regula água e eletrólitos dentro de suas células e mantém o pH apropriado.
  • Ferro: ajuda na produção de células vermelhas e linfócitos (células que agem na defesa do organismo contra doenças, infecções e alergias).
  • Manganês: promove formação óssea e produção de energia, ajudando na metabolização dos macronutrientes (proteínas, carboidratos, gorduras).
  • Magnésio: ajuda na manutenção do ritmo cardíaco. Auxilia na conversão da glicose em energia e é necessário para metabolização do cálcio e vitamina C.

Em um estudo realizado pela Universidade de Stanford, Califórnia, a dieta de mulheres entre 25 e 50 anos, acima do peso, foi analisada durante 8 semanas para identificar a ingestão de micronutrientes em dietas populares que priorizam os macronutrientes. A pesquisa foi baseada na ingestão de alimentos, somente, sem o uso de suplementos vitamínicos.

O estudo concluiu que dietas para emagrecer que focam nos macronutrientes devem estar mais atentas a sua qualidade em geral, da ingestão de micronutrientes, inclusive. A ingestão de micronutrientes nas dietas alternativas do estudo foi inadequada, e dada a necessidade de continuar uma dieta para manter a perda de peso, problemas de saúde devido a deficiência de vitaminas e minerais poderiam ser, a longo prazo, gerados. Em dietas restritivas com baixas quantidades de carboidratos e com ingestão de alimentos ricos em nutrientes, pode haver uma vantagem de micronutrientes, segundo o estudo.




USAR SUPLEMENTOS VITAMÍNICOS OU NÃO?

No Brasil, os produtos à base de vitaminas e minerais são divididos em duas categorias: suplementos vitamínicos e/ou minerais e medicamentos à base de vitaminas e minerais. O que os diferencia são os níveis de micronutrientes oferecidos na dosagem diária recomendada.

Segundo a Portaria n o 32/1998 da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), “suplementos vitamínicos são alimentos que servem para complementar com estes nutrientes a dieta diária de uma pessoa saudável, em casos onde sua ingestão, a partir da alimentação, seja insuficiente ou quando a dieta requerer. Devem conter um mínimo de 25% e no máximo até 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de vitaminas e/ou minerais, na porção diária indicada pelo fabricante, não podendo substituir os alimentos, nem serem considerados como dieta exclusiva”.

Já os medicamentos à base de vitaminas e minerais são definidos como aqueles cujos esquemas posológicos diários situam-se acima dos 100% da IDR.

 

ENTÃO, OS SUPLEMENTOS VITAMÍNICOS FAZEM BEM, MAL OU SÃO INÚTEIS?

Primeiro coisa que você tem que levar em consideração: as necessidades nutricionais devem ser atingidas através do consumo de alimentos variados preferencialmente e, em alguns casos, através de suplementos vitamínicos e minerais ou alimentos enriquecidos, quando a ingestão de nutrientes não estiver sendo suficiente para consumo nas doses recomendadas. Se você já ingere a quantidade de nutrientes necessária para você, talvez você não tenha nenhum benefício consumindo suplementos vitamínicos. Em alguns casos, eles podem até fazer com que você exceda a dose recomendada.

Sem excessos! Os micronutrientes tem uma importante função no metabolismo e na manutenção dos tecidos, mas os efeitos em prevenção ou tratamento de doenças, que não são devido a deficiência de micronutrientes, não podem ser esperados com o aumento da ingestão. Uma ingestão adequada é necessária para suprir o metabolismo e funções celulares, mas o excesso de ingestão por aqueles que não necessitam destes, pode causar mais danos do que benefícios, que são mais prováveis em pessoas que consomem muito pouco através da alimentação.

Você não costuma comer frutas e vegetais durante o dia? Você tem ganhado ou perdido muito peso, sem esforço, recentemente? Você gasta muitas calorias durante o dia? Sua dieta é extremamente restritiva?

Nesses casos, talvez o uso de suplementos vitamínicos possam fazer bem a você! Se você considera fazer uso de multivitamínicos, se questione sobre a necessidade e converse com o seu médico e/ou nutricionista.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Vimos que os micronutrientes são essenciais a qualquer dieta, pois sem eles, a saúde é comprometida. Eles são essenciais e vitais para o ser humano, assim como os macronutrientes, ainda que em menores doses.

Os nutrientes devem ser consumidos de acordo com a dieta de cada um. Atletas e pessoas de alta intensidade de exercícios podem precisar de uma ingestão maior de vitaminas e minerais, assim como de outros nutrientes, mas não podem exceder, pois isso também traz riscos à saúde.

Antes de utilizar suplementos vitamínicos, se pergunte se a sua dieta é tão restrita a ponto de você não estar conseguindo ingerir o suficiente, e discuta isso com o seu médico e nutricionista.

Se você tem dificuldades em se alimentar, não gosta ou não tem o hábito de consumir frutas e verduras ou faz dietas extremamente restritivas, o uso de suplementos vitamínicos podem fazer bem para você, e ser de fato, útil. Caso contrário, além de não ter nenhum benefício em seu uso você pode ter problemas de saúde por consumo em excesso. Sempre avalie com cuidado e converse sobre o assunto com um profissional de saúde.

Se os suplementos vitamínicos fazem bem, mal ou são inúteis vai depender da sua ingestão diária de nutrientes através dos alimentos e sua real necessidade, portanto, avalie se o uso é importante e benéfico para você!

 

Seu nutricionista indicou algum suplemento vitamínico para você? Acha que eles cabem em sua dieta? Acesse nossa loja virtual e confira os suplementos vitamínicos e minerais que temos disponíveis para você!





Fonte

Micronutrient quality of weight-loss diets that focus on macronutrients: results from the A TO Z study. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2904033/.

Micronutrients: What They Are and Why They’re Essential. Disponível em:  http://www.fitday.com/fitness-articles/fitness/how-to-choose-your-next-workout.html.

Suplementos vitamínicos e/ou minerais: regulamentação, consumo e implicações à saúde. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2015000701371.

The key role of micronutrients. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16376462.

Compartilhe com seus amigos!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: